ARACAJU/SE, 3 de março de 2024 , 19:17:44

logoajn1

IFSTAR acontece no próximo dia 5 no Museu da Gente Sergipana

 

O Museu da gente Sergipana vai receber, na próxima terça-feira (5), às 18h, a grande final do IFSTAR, o maior festival estudantil de música autoral do estado de Sergipe. São 12 músicas que concorrem aos prêmios de R$ 5 mil, 3 mil e R$ 2 mil, respectivamente, para 1º, 2º e 3º colocados.

De acordo com o mastro James Bertisch, presidente da Comissão Organizadora do evento, o IFSTAR será marcado pela diversidade musical. ‘Teremos apresentações do rock ao xote, do romântico ao engajado e promete ser uma noite de performances vibrantes e criativas”, destacou.

Promovido pelo Instituto Federal de Sergipe (IFS), o IFSTAR tem se consolidado como uma oportunidade para jovens talentos da música apresentarem seus trabalhos e mostrarem o potencial artístico sergipano. Nesta edição, o festival contou com 54 músicas inscritas de diferentes instituições de ensino, em todos os níveis de escolaridade, subindo o sarrafo quando o assunto é qualidade das composições.

O Museu da Gente Sergipana, local escolhido para sediar a grande final, traz um ambiente que mistura o moderno e o clássico, imerso na cultura do estado e proporcionará ao público uma experiência única, que une música, história em um só lugar.

Portanto, não perca essa oportunidade de prestigiar o talento musical dos jovens estudantes sergipanos. A final da 4ª edição do IFSTAR 2023 promete ser uma noite memorável, com muita emoção e descobertas. Então, anota na agenda e vá aplaudir a nova geração da música sergipana.

As doze finalistas por ordem alfabética são:

  • Ariel Alfeu – ‘Estrelas’
  • Iago Cozzali – ‘Esoteria’
  • Joanna Correia – ‘Com Amor, Vincent’
  • Lucas Carvalho – ‘No Topo Todo Dia’
  • Marvi – ‘A Dor Que Um Dia Doeu’
  • Morgana – ‘Melhor a Dois’
  • Nemesis – ‘Gaiola’
  • Renata Pessoa – ‘Vento de Verão’
  • Roberta Lima – ‘Xote de FloripAju’
  • Sérgio Sacra – ‘Paris, Texas II’
  • Sophia Luna – ‘Algo de Errado’
  • Vinnas – ‘Chuva no Deserto’

Fonte: Ascom IFS

Você pode querer ler também