ARACAJU/SE, 28 de fevereiro de 2024 , 10:20:53

logoajn1

Incra arremata fazendas para usar na reforma agrária

 

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 20ª Região arrecadou mais de R$ 8 milhões no leilão unificado que promoveu nesta quinta-feira (27). Na oportunidade foram colocados a disposição 128 lotes com os bens penhorados em diversos processos que tramitam na Justiça do Trabalho em Sergipe.

Um fato que chamou a atenção foi a participação do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no 23º leilão unificado. “O Incra participou do leilão como arrematante, em igualdade de condições, para fins de reforma agrária. Por isso, houve a presença de alguns integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) na frente do Tribunal”, explicou o juiz auxiliar da execução e coordenador de leilões, Antônio Francisco de Andrade.

O leilão presencial foi encerrado com a arrematação de 46 lotes, o que representou uma arrecadação de R$ 8.414.363,73. O Incra arrematou um lote da fazenda Junco, do Grupo Bonfim, localizada em Macambira; e a fazenda Cajá, da Cerâmica Santa Márcia, localizada em Indiaroba, que serão utilizadas para fins de reforma agrária.

O juiz auxiliar da presidência do Tribunal de Justiça de Sergipe, Gilson Felix dos Santos, também esteve acompanhando a realização do leitão do TRT20 para conhecer o seu funcionamento. De acordo com o magistrado, o TJ/SE tem acompanhado a forma como o TRT vem realizando seus leilões.

“O Tribunal de Justiça de Sergipe está atento às boas práticas adotadas pelo TRT, no que se refere a realização dos leilões judiciais, e estamos analisando a possibilidade de implementar também no TJ/SE essa mesma sistemática. As boas práticas devem ser utilizadas pelos outros órgãos do judiciário para que a gente consiga realmente a efetividade”, afirmou Gilson Félix.

*Com informações Ascom TRT

Você pode querer ler também