ARACAJU/SE, 24 de maio de 2024 , 6:38:04

logoajn1

Mais cinco casas são demolidas no loteamento Riacho do Cabral, no Bugio

AJN1
 

 

No início da manhã desta segunda-feira (27) mais cinco casas, construídas em área de preservação ambiental, foram demolidas no loteamento Riacho do Cabral, nas adjacências do conjunto Bugio, zona Oeste de Aracaju.

Visivelmente inconformados e indignados com a ação, os proprietários das casas fizeram barricadas para tentar impedir a demolição dos imóveis, havendo um princípio de confronto entre a comunidade e a Polícia Militar do Estado de Sergipe (PM/SE), Choque e a Polícia Federal (PF). Durante a confusão, um homem de 27 anos, identificado como Fábio Ribeiro, foi preso e conduzido para a PF.

A ação de desapropriação foi ajuizada pelo Ministério Público Federal de Sergipe (MPF/SE), numa ação em face da União, do Município de Aracaju e da Empresa Municipal de Obras e Urbanismo (Emurb), requerendo a restauração da área. A demolição é para construções irregulares erguidas a partir de 2010. Até o momento, 13 imóveis já foram ao chão, no total de 21.

Eneide Rodrigues, presidente da Associação Comunitária do Loteamento Joel Nascimento, lamenta a situação. Ele diz que as famílias que saíram de suas casas estão desamparadas e não há garantia de que todos receberão o auxílio-moradia, que é pago pela Prefeitura de Aracaju.

Assistência

As famílias que tiveram suas casas demolidas já foram cadastradas pela Secretaria Municipal da Família e da Assistência Social e estão passando por uma avaliação. Segundo a secretaria, quem se enquadrar nos critérios, estipulados por Lei, terá direito ao auxílio-social no valor de R$ 300. 

 

Foto: Diógenes Di/CS

Você pode querer ler também