ARACAJU/SE, 21 de maio de 2024 , 8:06:02

logoajn1

Número de assaltos a ônibus chega a 669 em 2015

 

Por AJN1 

 

Os dados estatísticos relativos a assaltos a ônibus em Aracaju ganharam 6 novos casos nesta segunda-feira(13). Em um dos crimes um homem foi preso em flagrante. Era por volta das 11h30, quando uma equipe da Companhia de Policiamento de Turismo ( CPTUR) foi solicitada para atender uma ocorrência na Avenida Delmiro Gouveia, Bairro Atalaia, zona sul da capital, em que um suspeito de roubo foi detido por passageiros do transporte coletivo. Com o indivíduo a polícia encontrou uma arma antiga tipo garrucha, calibre 22, sem munição. O suspeito foi encaminhado à Delegacia de Turismo.

 

Arrastão

 

Na última sexta-feira (10) o 1º Batalhão de Polícia Comunitária apreendeu um grupo de 5 menores de idade que acabara de praticar um “arrastão” roubando diversos pertences de passageiros de um ônibus do transporte coletivo no povoado Robalo, zona de expansão de Aracaju. Com o quinteto, a polícia apreendeu uma arma de fogo e uma arma branca.

 

Sinttra 

 

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários de Aracaju (Sinttra), em 2015 já ocorreram 669 assaltos a ônibus. Somente em julho deste ano foram registradas 33 ocorrências. O presidente do Sinttra, Miguel Berlamino da Paixão, questionou o trabalho da Polícia Militar e disse que o clima de quem trabalha no transporte público de Aracaju é de insegurança. “Já tivemos final de semana com 18 assaltos, o trabalhador sente medo quando vai trabalhar, não sabe o que esperar. Se a polícia fizesse mais abordagens nos ônibus, atuasse de maneira mais eficaz, fazendo blitzs e rondas, o problema diminuiria significativamente, mas isto não vem ocorrendo".

 

SSP

 

A assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública (SSP) apresentou dados contestando as afirmações feitas pelo presidente do Sinttra. De acordo com o órgão, a questão de segurança nos transportes público foi tema de reunião com membros do Sintra e o número de abordagens cresceu cerca de 172% de janeiro a março, se comparado com o mesmo período do ano anterior, chegando ao número de mais de 3 mil abordagens. Segundo a SSP, as zonas críticas têm sido mapeadas e o policiamento intensificado nestes locais.
 

 

Você pode querer ler também