ARACAJU/SE, 15 de abril de 2024 , 9:29:52

logoajn1

Petrobras investirá R$ 250 milhões em projetos culturais em todo o Brasil

 

A Petrobras anunciou o investimento de R$ 250 milhões em projetos culturais por meio da Seleção Petrobras Cultural-Novos Eixos, edição 2024. Trata-se de um investimento histórico da companhia. As inscrições já estão abertas. O anúncio foi feito na sexta-feira passada, 23, em evento no Museu de Arte Moderno do Rio de Janeiro, com as presenças do presidente Lula, e do presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, dentre outras autoridades.

Projetos de todo o país serão patrocinados. O foco é valorizar a diversidade regional do país, assim como alcançar uma maior participação de grupos sub-representados e segmentos étnico-raciais em situação de vulnerabilidade. Há previsão de reserva  de 25% das vagas para projetos propostos, liderados, ou que apresentem como tema principal: mulheres, pessoas negras, pessoas oriundas de povos indígenas, comunidades tradicionais (inclusive de terreiros e quilombolas), populações nômades e povos ciganos, grupos LGBTQIAPN+ e pessoas com deficiência. Pe4lo menos 15% do total anunciado será investido em cada uma das regiões do país.

Os novos eixos do Programa Petrobras Cultural, recém-remodelado são: “Produção e Distribuição”, “Ícones de Cultura Brasileira”, “Cinema e Cultura Digital” e “Festivais e Festas Populares”. Poderão participar da seleção propostas de programação de espaços culturais, espetáculos artísticos, exposições, produção de filmes, manutenção de grupos artísticos, projetos digitais, festivais temáticas diversas, festas regionais e outros, num total de dez tipos diferentes de ações de patrocínio.  Até a apresentação do resultado, os projetos devem estar inscritos na Lei Rouanet ou Lei do Audiovisual.

“A contrapartida que a Petrobras tem que dar ao povo que tanto fez para que ela fosse criada é investir em coisas que interessam ao povo. Cultura pode não interessar a um negacionista, mas cultura interessa ao povo, tanto quanto interessa um prato de comida”, disse o presidente. “Tem que investir muito em cultura, porque ela gera emprego e distribuição de renda. Um país que quer ser rico e soberano, tem que usar todos os mecanismos possíveis para fazer com que a cultura não seja para poucos”, disse o presidente Lula.

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, reforçou que um dos compromissos da gestão dele é retomar investimentos em cultura, que foram negligenciados em governos anteriores. “A gente tinha praticamente humilhado a cultura brasileira. Em 2022, estávamos com R$ 27 milhões em investimentos. E agora estamos anunciando que esses R$ 250 milhões vão se somar a outros R$ 150 milhões que já estão sendo investidos e vamos ter um total de R$ 400 milhões”, disse Prates.

A ministra da Cultura, Margareth Menezes, comemorou a retomada da parceria estratégica com a Petrobras e o potencial dos investimentos para fazer o setor cultural crescer no país.

“Temos a oportunidade de reposicionar a cultura como um elemento central para crescimento econômico, combate à desigualdade”, disse a ministra. “Desde 2023 temos buscado ativamente elaborar políticas culturais para todas as pessoas em todos os cantos do Brasil. Retomamos a parceria com a Petrobras, que está em profunda sintonia com as políticas públicas do nosso ministério e que também reivindica essa posição estratégica da cultura para desenvolvimento do país”.

 

Você pode querer ler também