ARACAJU/SE, 17 de junho de 2024 , 9:44:13

logoajn1

Polícia prende grupo envolvido em crimes de pistolagem na região Sul do Estado

 

Da redação, AJN1

Equipes do Complexo de Operações Policiais Especiais (P) realizaram o cumprimento de seis mandados de prisão nas cidades de Tobias Barreto, Itabaianinha e Araçás/BA, em desfavor de um grupo criminoso envolvido em crimes de pistolagem no Agreste sergipano. A operação, iniciada no último dia 28, foi concluída nessa terça (1º), quando os mandantes dos crimes também foram presos.

Segundo o coordenadoro 2º Núcleo do Cope, delegado Hugo Leonardo, as investigações iniciaram com Anderson Alves dos Santos, mais conhecido como “Binho Banho”, autor de um latrocínio ocorrido no início do ano, diversos homicídios, bem como outros crimes na cidade de Itabaianinha e região.

Conforme o delegado, Binho Banho foi morto em confronto com a Polícia Militar da Bahia, no último dia 15, na cidade de Olindina. Binho possuía mandados de prisão em aberto por crimes cometidos em Sergipe e era investigado no estado da Bahia.

Ao investigar os delitos de Binho, afirma o delegado, concluiu-se que ele participava de uma organização criminosa envolvida com crimes de pistolagens na região. Destas, foi possível chegar aos comparsas, como também nos mandantes dos crimes, visto que crimes desta natureza consistem em mortes planejadas e executadas a mando de alguém.

No sábado (29), foi preso pela polícia sergipana na cidade de Araçás, BA, José Ricardo dos Santos, no momento em que se organizava para se fugir para o Maranhão; e Alex de Oliveira Santos, “Alex Gaia”, foi preso na sexta (28), em Tobias Barreto, ambos comparsas de “Binho Banho”.

Thales de Oliveira Fonseca, 28 anos; José Wellington de Oliveira Santos, 36; Carlos André Vitor de Jesus, 36; e Antonio Luiz Dantas, mais conhecido como “Tonho da Lua”, 61, foram presos na operação ocorrida ontem (1º), após as investigações os apontarem como mandantes dos crimes com motivações diversas. Todos da cidade de Itabaianinha, exceto Thales que é de Tobias Barreto.

“Tonho da Lua era responsável pelo apoio logístico do grupo, pois emprestava sua moto para o cometimento dos crimes. Os demais agenciavam outros comerciantes locais que necessitassem dos serviços. O quarteto ofereciam sustentação financeira ao grupo, econtrando clientes, e percebendo participação nos lucros”, detalha o delegado.

Ainda segundo ele, na operação foram apreendidas duas motonetas e um revólver com munições. Arma que será periciada para evidenciar se foi utilizada ou não em alguns dos crimes.

Com informações da SSP     

 

Você pode querer ler também