ARACAJU/SE, 15 de abril de 2024 , 8:40:45

logoajn1

Prefeitura reativa a Coordenadoria de Patrimônio Histórico e Cultural

A Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), com o intuito de preservar a riqueza cultural municipal, reestrutura a Coordenadoria de Patrimônio Histórico e Cultural (Copac), em funcionamento no Centro Cultural de Aracaju.

A Copac estará responsável pelos bens materiais e imateriais dentro do município, como prédios, áreas de interesse cultural, saberes e manifestações artístico culturais, a exemplo das quadrilhas juninas. Além disso, a coordenadoria trabalhará para regularização de imóveis, tombamentos e avaliações de patrimônios.

Segundo o presidente da Funcaju, Luciano Correia, a Copac é essencial para que a cultura em Aracaju seja preservada. “Nós reestruturamos a Coordenadoria de Patrimônio Histórico do Município, que funciona na Funcaju, mas vai reunir outras instâncias da Prefeitura, como a Emurb e a Secretaria da Fazenda, para que o exame de matérias relacionadas com as várias áreas da política de patrimônio histórico seja feito por quem possui expertise em cada área. Além de uma equipe extremamente qualificada tecnicamente, levamos esse setor para o Centro Cultural de Aracaju, por tudo que ele representa para nosso patrimônio arquitetônico”.

De acordo com a coordenadora do setor, Ana Caroline Oliveira, “a importância da retomada da coordenação é preservar e fortalecer o vínculo dos aracajuanos com a história da cidade, com os bens que existem, como eles se identificam, para que possamos preservar e manter a memória desses tempos para o futuro, para que continuemos tendo essa relação com a cidade, para que não percamos a identidade cultural do município”, explica.

A coordenadoria desenvolve, em uma das suas atividades, o mapeamento e avaliação do estado de conservação de patrimônios, para criação de um mapa interativo sobre esses locais, para a consulta da comunidade. Para o historiador da Copac, Saulo Barbosa, preservar o patrimônio histórico e cultural da cidade está ligada a própria identidade da cidade e seu reconhecimento pela comunidade. “A preservação está ligada com a própria construção da cidadania em Aracaju. Preservar o patrimônio histórico e cultural de Aracaju, seus prédios, monumentos, é preservar sua história, seu passado, no sentido de fornecer a sociedade os elementos materiais e imateriais que forma sua identidade e sua cidadania”, finaliza.

Localizada no Centro Cultural de Aracaju, a Copac pode ser contatada pelo telefone: 3214-5387.

AAN

Você pode querer ler também