ARACAJU/SE, 19 de maio de 2024 , 2:04:14

logoajn1

Presidente do Sindipen lamenta morte de agente prisional

Por AJN1

 

O presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Sergipe (Sindipen), Edílson Souza, falou na manhã de hoje (24) sobre a rebelião e fuga de presos que ocorreu no presídio regional Senador Leite Neto na última sexta-feira (21), em Nossa Senhora da Glória, sertão sergipano.

 

Os presidiários mataram um agente prisional e feriram outros dois. De acordo com a Secretária de Justiça de Sergipe ( Sejuc), 20 detentos fugiram. Somente dois foram recapturados até o momento.  
 

 

“Foi um sexta-feira triste, infelizmente três detentos com pistolas 360 atentaram contra a vida de agentes, matando um e ferindo mais dois. Além destas armas eles tomaram mais duas escopetas e encontramos também capsulas de ponto 40. O que nós esperamos é o que o governo tome as medidas cabíveis. Nós agentes não temos colete, armamento adequado ou um salário digno”, disse Edilson. 

O presidente do Sindpen informou que por pouco não houve outra fuga de presos na última sexta-feira (21). Segundo ele, uma cela do Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copecam) teve suas barras serradas pelos detentos, mas os agentes descobriram a tempo.  

"No pavilhão P4 do Copecam, mesmo local onde um colega nosso foi feito refém há cerca de um ano, descobrimos uma tentativa de fuga. Barras de ferro já tinham sido serradas, graças a deus não teve fuga, mas quando ocorrer não vai fugir nem um nem dois, o governo já está avisado". 

 

Foto: Lindivaldo Ribeiro

Você pode querer ler também