ARACAJU/SE, 16 de junho de 2024 , 22:21:52

logoajn1

Procon divulga pesquisa de preços da cesta básica

 

O Programa Municipal de Proteção e Defesa do consumidor (Procon Aracaju) desenvolveu uma pesquisa para auxiliar a população no momento das compras, uma vez que alguns produtos chegam a apresentar diferença dobrada no valor, a depender do local da venda. O órgão esteve nos principais estabelecimentos de comercialização de gêneros alimentícios para fazer uma comparação dos preços e, como resultado, foi possível criar uma tabela que mostra com exatidão essa diferença de valores.

A pesquisa foi motivada pela indicação de redução de -1,10% no custo da cesta básica, na capital sergipana, entre os meses de setembro e outubro. Os dados são do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), que apontou Aracaju como  6º colocada no que se refere ao preço mais baixo, em âmbito nacional, com  uma queda consecutiva nos últimos cinco meses.

A pesquisa do Procon Aracaju foi realizada entre os dias 23 e 27 de outubro e contemplou seis grandes lojas, com direcionamento para os produtos de consumo básico, a exemplo do açúcar, feijão, macarrão e arroz. “Ítens como a carne tiveram diferenciação de 100% de um local para o outro. Já em relação ao pão francês, tão consumido pela população, observamos diferenças de até  35%, na balança”, informou o coordenador de Educação e Pesquisa do Procon Aracaju, Agnaldo Santana.

Tendo em vista que a cesta básica corresponde a uma média de 35% do salário mínimo, o coordenador ressalta o compromisso do órgão em contribuir para haja o consumo consciente, além de ampliar as possibilidades de escolha para o planejamento, especialmente, do trabalhador assalariado . “O intuito desse trabalho é ajudar, especialmente, as pessoas que precisam administrar os gastos com um salário mínimo, uma vez que, quando se soma os produtos de necessidades básicas, como por exemplo o gás de cozinha e a alimentação, o cidadão já gasta a metade do que recebe para passar o mês inteiro”, ressaltou Agnaldo Santana.

Veja a tabela de preços, completa, no site do Procon Aracaju .

Você pode querer ler também