Sergipe perde João Alves Filho, um grande homem público, que muito contribuiu para o desenvolvimento do estado. Saiba mais

Procon divulga pesquisa de preços de combustíveis na capital

 

Pesquisa realizada pelo Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Aracaju (Procon) aponta que o preço do litro da gasolina comum na capital tem variado entre R$ 3,93 e R$ 4,099. O levantamento foi realizado pela equipe da Coordenadoria de Educação e Pesquisa do órgão entre os dias 18 e 20, que esteve em 22 postos de combustíveis de vários bairros da capital. A pesquisa teve como objetivo oferecer uma referência de preço ao consumidor e realizar o monitoramento do mercado.

A coordenadora geral do Procon Aracaju, Liara Andrade, destacou que as pesquisas são realizadas mensalmente. “Realizamos, através das pesquisas, o monitoramento do mercado. Os dados coletados geram análises que norteiam, especialmente, os consumidores”, declarou. Além do preço da gasolina comum, a pesquisa verificou os valores da gasolina aditivada, diesel S-10 e S-500, etanol e GNV.

“O método aplicado na pesquisa foi o quantitativo, que visa aferir e obter resultados através dos dados tabulados, com o objetivo de oferecer um referencial de preço ao consumidor. Dessa forma, conseguimos apresentar os indicadores do mercado”, explicou o coordenador de educação e pesquisa do Procon, Agnaldo Santana.

Os levantamentos foram realizados em postos de combustíveis do Siqueira Campos, Luzia, Coroa do Meio, Cirurgia, Salgado Filho, Jabotiana, Distrito Industrial de Aracaju (DIA), José Conrado de Araújo, América e Centro. Em relação à Gasolina Comum, o menor preço encontrado foi R$3,93 no bairro América, enquanto o maior foi de R$4,099, no posto localizado na Atalaia.

Já a gasolina aditivada apresentou, dentro da amostragem, como menor preço o valor de R$ 3,96 no bairro José Conrado de Araújo e o maior valor registrado foi de R$4,199 na Atalaia. No caso do etanol o preço do litro variou entre R$ 3,149 – no bairro Cirurgia -, e R$ 3,299 em vários bairros da capital.

*Com informações Ascom Procon Aracaju