ARACAJU/SE, 20 de abril de 2024 , 7:01:56

logoajn1

Procura por fogueiras e milho aumenta na véspera de São João

Agência Jornal de Notícias

 

Festa de São João só é completa quando tem fogueira. Armar a lenha na porta de casa, já de tardezinha, é só o início do ritual junino, tradição passada de pai para filho e que se renova todo mês de junho no Nordeste.

Em Aracaju, a praça dos Expedicionários, no bairro Getúlio Vargas, é o ponto oficial de vendas de fogueiras. São dezenas de vendedores que fazem do espaço um verdadeiro “mar de lenha”, de todos os tipos, tamanhos e preços.

O vendedor Gilberto dos Santos já é figura conhecida nesta época. Este ano, ele importou a madeira de Itaporanga D’Ajuda e de Alagoinhas (BA) e tem esperança em vender todo o estoque, cerca de 100 fogueiras, até o dia de São José, comemorado no próximo dia 29. “Todo ano eu vendo muito. A expectativa é vender ainda mais. O povo gosta, o povo faz questão”.

Preços

Os preços variam de acordo com o tamanho da fogueira, tem de R$20, R$25, R$30, R$35 e R$ 60. “Aumentou um pouco com relação a 2017, mas se a gente não subir, a gente fica no prejuízo. Senão, vendemos para os donos de padaria”, concluiu Gilberto.

Samara Lima, de 50 anos, é compradora fiel. Para ela, mesmo com o preço mais salgado, vale a pena manter a tradição viva e, na porta de casa, se aquecer, em meio às crepitações da lenha no encontro com o milho. “Tem que ter fogueira. As crianças adoram, o marido também. É bonito de se ver”.

Milho e demais produtos

O milho também é o produto mais procurado no São João. O ouro do sertanejo, como é conhecido, já se multiplica no Centro de Abastecimento de Sergipe (Ceasa). A vendedora Norma Alves Barreto
está vendendo a mão do milho [50 espigas] a R$ 25,00 e a meia mão a R$ 12,50. “O movimento está bom e tende a melhorar. Estão chegando mais caminhões hoje”.

Carla de Jesus vende amendoim, que está com preços diversos. “Estou fazendo promoção da lata a R$ 2,00, três a R$ 5,00 e vou ajustando o preço conforme avança. Muita gente aqui está procurando, espero ter um bom lucro e espero que seja sempre assim”.

Alberto Santos é vendedor de tangerina. “Por enquanto está devagar, quase parando. A tangerina está a R$ 2,50 o quilo.

Já Domingos Correia, está vendendo tangerina a R$ 0,70 a unidade, e o amendoim a R$ 3,00 a lata e R$ 25,00 a medida (uma caixa maior). “O movimento foi muito fraco até ontem, mas hoje melhorou 100% e amanhã deve ser ainda melhor.

 

 

Você pode querer ler também