ARACAJU/SE, 18 de junho de 2024 , 2:46:48

logoajn1

Greve dos professores da rede municipal de Aracaju completa 25 dias

 

Da redação, AJN1

A greve dos professores da rede municipal de Aracaju chega a 25 dias. A categoria afirma que a continuidade do movimento se deve à inflexibilidade da prefeitura em negociar o pagamento da revisão do piso nacional do Magistério, em vigor desde janeiro deste ano, conforme determinação do Ministério da Educação, com percentual de 7,64%.

De acordo com o Sindicato dos Profissionais de Ensino do Município de Aracaju (Sindipema), o prefeito Edvaldo Nogueira está irredutível no discurso de que não tem condição financeira para conceder a revisão, e que só pretende negociar o piso salarial de 2017 no ano de 2018.

“O que a prefeitura não quer aceitar é que nós, professores, não podemos ser englobados numa visão geral quando o assunto é reajuste do servidor, porque temos uma legislação própria e financiamento específico, que é o Fundeb. Além do mais, a legislação ordena que 25% dos recursos da prefeitura sejam investidos em educação, o que não vem acontecendo, como comprovam os dados que possuímos”, comentou o presidente do Sindipema, professor Adelmo Meneses Santos.

Amanhã (26), a classe se reunirá em nova assembleia geral a partir das 15h30, na sede do Sindipema, ocasião onde avaliará o movimento paredista.

 

Você pode querer ler também