ARACAJU/SE, 21 de junho de 2024 , 23:20:41

logoajn1

Quer envelhecer vivendo mais e melhor? Então cuide agora da sua pressão arterial

 

Apesar da meta pressórica ser individualizada de acordo com a condição clínica de cada paciente, para a maioria das pessoas o número 12/8 – quando aferida a pressão arterial – é tranquilizador e um indicativo de que o controle pressórico está adequado de acordo com as principais entidades da área.

 

O número mais alto representa a pressão sistólica – aquela força que o sangue exerce dentro das artérias durante a sístole ventricular – e o número mais baixo é a pressão diastólica – força que o sangue promove dentro das artérias durante a diástole ventricular.

 

No Brasil, os quadros de pressão alta afetam 32,5% (36 milhões) das pessoas adultas e a incidência em idosos chega a 60%. O número é alarmante. E por que é tão importante manter o controle da pressão arterial para envelhecer bem?

A resposta é certeira: hipertensão arterial sistêmica, quando não tratada adequadamente, vai gerando lesão em muitos outros órgãos fundamentais à vida. Isso porque o sangue circula por eles com uma pressão acima da ideal. Sim, nosso corpo fica mais “desgastado”.

 

De acordo com Dr. Felipe Vecchi, médico geriatra, diretor clínico da BSL Saúde e supervisor do Programa de Residência de Clínica Médica do HSPE-IAMSPEE,  os órgãos que mais sofrem com o descontrole da pressão arterial são os olhos, os rins, o cérebro e coração. Explico: a alta da pressão sanguínea afeta o funcionamento dos vasos da retina, e estes em um contexto de hipertensão arterial, passam por um processo de “adaptação” que a longo prazo altera o funcionamento da visão, a chamada retinopatia hipertensiva. O mesmo acontece com os vasos sanguíneos que irrigam os rins e o risco, neste caso, é prejudicar o funcionamento renal – a filtragem do sangue que é feita por esses órgãos –, levando à insuficiência renal.

 

No cérebro, a hipertensão arterial sistêmica é um fator que eleva a possibilidade de síndromes demenciais, como o Alzheimer e o Acidente Vascular Cerebral, o AVC, popularmente conhecido por Derrame. A pressão alterada faz com que coração precise fazer muito mais força para bombear o sangue, levando ao aumento do tamanho do órgão, que vai perdendo sua eficiência ao longo do tempo, e provocando a chamada insuficiência cardíaca.

 

Dr. Felipe Vecchi lembra que a pressão arterial controlada é amiga do envelhecimento saudável. Inclusive está na lista de 7 hábitos para um coração mais saudável, da American Heart Association, unindo-se ao controle de doenças tratáveis, como o Colesterol, por exemplo, aliada à prática de atividade física adequada, controle de peso, boa alimentação, não fumar e reduzir os níveis de açúcar no sangue. Coloco nessa lista também a socialização. Aliás, todos esses itens fazem muito bem ao coração – literal e figurativamente.

 

Parece simples, mas muitas pessoas demonstram resistência ao adotar novos hábitos e cuidar da saúde, mas mudar o estilo de vida hoje pode ser a chave para fazer o que gosta por mais tempo, viver em plenitude, independentemente da idade registrada no documento. A hipertensão arterial sistêmica é silenciosa e, na maioria das vezes, é diagnosticada em exames periódicos ou em uma rotina de aferição dos sinais vitais.

O caminho da longevidade passa sim pelo controle da pressão arterial. É como um investimento para o futuro. Não há mágica. Cuide hoje. Viva com mais qualidade amanhã

Você pode querer ler também