Reforma do prédio do Detran deve durar 120 dias

 

Com o objetivo de melhorar as instalações físicas do prédio da sede e proporcionar mais acessibilidade às suas dependências, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) está passando por uma ampla reforma que deve durar cerca de 120 dias. Nesse período, as obras executadas pela Jatobeton Engenharia, empresa contratada pela Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop), contemplarão toda a área da sede – vistoria veicular, administrativo, Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran) e construção da calçada no entorno do órgão.

A diretoria do Detran entende que a reforma é necessária porque traz segurança e melhorias para todos – servidores e usuários. “Nunca se realizou uma reforma estrutural desse porte em todo o nosso complexo. Estamos buscando a melhoria para os nossos servidores e usuários”, disse o diretor-presidente, cel. Luiz de Azevedo.

O presidente ressalta que, embora a reforma esteja tomando uma grande área do prédio, não afetará o atendimento ao público. Durante os 120 dias de reformas, alguns setores precisarão ser realocados para amenizar o efeito dos ruídos e da poeira produzidos. Alguns equipamentos de segurança, como protetores auriculares, também estão sendo distribuídos. “Continuamos com todos os nossos atendimentos presenciais, mas pedimos a compreensão da sociedade e dos servidores durante este período, pois o que buscamos é a segurança de todos”, destacou.

Mudanças do setor

Dentro do cronograma de execuções de obras haverá remanejamentos de alguns setores para outras áreas dentro da sede do Detran. Os usuários, para tanto, devem ficar atentos e buscarem se informar para ter o seu atendimento. Nesse primeiro momento, por exemplo, a Coordenadoria de Acidentes de Trânsito (COAT) está funcionando na Gerência de Habilitação (Gerhab). A previsão é que outros setores também venham a passar por esse rodízio.

Para o engenheiro responsável pela obra, Gleydson Gither, com essas reestruturações, a perspectiva é de 100% de melhoria. “Estamos investindo no tratamento completo das ferragens, tendo em vista a recuperação estrutural de todo prédio que, pela planta arquitetônica, há muito não passava por reparos dessa proporção. Então, em nível técnico, todo trabalho que está sendo realizado é para a melhoria da parte física do prédio. Também nesse projeto, vamos trabalhar para dispor de uma calçada com acessibilidade para cadeirantes e para quem transita pela localidade”, disse o especialista da empresa contratada.

Fonte: Ascom Detran