ARACAJU/SE, 21 de maio de 2024 , 20:24:05

logoajn1

Rotativo Aju funcionará por meio de aplicativo

Da redação, AJN1

 

A Superintendência de Transportes e Trânsito de Aracaju (SMTT) apresentou na manhã desta sexta-feira (11), o novo sistema operacional do estacionamento rotativo, que começará a funcionar na próxima segunda-feira (14).

A novidade é que o sistema será digital. Através do aplicativo Rotativo Aju, o cidadão que desejar utilizar as vagas de estacionamento poderá comprar créditos avulsos pela internet ou nos pontos de venda de tíquetes, que funcionarão em estabelecimentos comerciais da região, a cerca de 80 metros da vaga desejada.

Ou pode adquirir créditos por meio do aplicativo, que possibilitará o cadastramento de até cinco placas para o mesmo usuário e emitirá alertas com o tempo restante de estacionamento.

Por meio do aplicativo, o usuário também terá informações sobre o saldo disponível, mapa com a localização das vagas e pontos de vendas de tíquetes.

O superintendente da SMTT, Nelson Felipe, disse que, no início da implantação, o estacionamento disponibilizará 1.300 vagas distribuídas para veículos de passeio, veículos de carga, motocicletas e vagas especiais (deficientes físicos e idosos), no Centro Comercial da capital. Até a implantação completa do sistema, um total de três mil vagas de estacionamento rotativo serão criadas também nos bairros São José e Siqueira Campos.

Segundo Nelson Felipe, o sistema de rotatividade que será implantado na cidade vai aumentar o número de vagas disponíveis para a população e beneficiará o comércio local. "Nossa intenção é melhorar o fluxo de veículos do centro e organizar o estacionamento. Como tudo será feito de forma mais ágil e moderna, as pessoas se sentirão mais seguras em ir ao centro da cidade".

Tarifas e horários

A SMTT anunciou que o valor da tarifa referente à utilização do sistema para veículos de passeio será de R$1,50 por hora, R$3,00 para veículos de carga e R$1,00 para motocicletas. Sendo possível a contratação do serviço por 30, 60, 90 ou 120 minutos, pagando apenas pelo tempo utilizado.

Para garantir a rotatividade do estacionamento, a permanência na vaga tem um limite máximo de 2 horas. O veículo que exceder o tempo máximo de permanência estará cometendo uma infração média por estacionar em local proibido e poderá receber uma multa no valor de R$ 85,13 e 4 pontos na carteira de habilitação, além da remoção do veículo.

Na primeira semana, período de adaptação ao sistema, nenhum usuário pagará pelo serviço, mas deverá obedecer ao tempo máximo de permanência na vaga, como forma de adaptação.

Centro de Aracaju

O Centro da cidade foi escolhido para essa primeira fase de implantação devido à concentração de pontos comerciais, a carência de estacionamentos e a grande demanda de usuários. Serão reservadas ao sistema algumas ruas como: Estância, Maruim, Propriá, Laranjeiras, São Cristóvão, Itaporanga, Pacatuba, José do Prado Franco, Apulcro Mota, Geru, Divina Pastora, Lagarto, Arauá, Campo do Brito, Dr. Moacyr Rabelo Leite, Sen. Rollemberg, Bahia.

Para o cidadão que trabalha na região central e precisa de um tempo maior de permanência, foi criado um bolsão com 300 vagas, próximo ao Mercado Central, onde será permitida a permanência por até 4 horas, cobrando o calor de 2 horas.

 

Fotos: Lindivaldo Ribeiro/CS

 

Você pode querer ler também