ARACAJU/SE, 17 de junho de 2024 , 10:54:27

logoajn1

Seminário debate estratégias para o turismo na capital

 

Como Aracaju pode se tornar um destino turístico inteligente? Esse é o tema principal do Seminário que será realizado a partir das 8 horas desta quinta-feira (3), no Hotel Comfort Inn, no bairro Atalaia na capital. A ação é coordenada pelo Sebrae e Universidade Federal de Sergipe (UFS), que trazem profissionais experientes para debater o tema e disseminar novos conhecimentos entre os participantes.

O evento é destinado a pequenos empresários do setor de turismo da capital (bares, restaurantes, foodtrucks, guias de turismo, empresas de evento, agências de viagem, receptivos e emissores, além de meios de hospedagem e locadoras de veículos. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.se.sebrae.com.br.

Os destinos turísticos inteligentes são estruturas turísticas diferenciadas que facilitam a interação e integração do visitante, antes, durante e depois da viagem, e incrementam a qualidade de sua experiência com o destino, por meio do uso de metodologias e tecnologias inovadoras.

Eles têm características específicas que os diferenciam dos destinos turísticos tradicionais. São baseados prioritariamente em três pilares: governança, tecnologia e desenvolvimento sustentável. O conceito surgiu em 2012 na região da Catalunha, comunidade autônoma da Espanha.

Programação

O Seminário será aberto com talk show Destino Turístico Inteligente, mediado pelo professor doutor da UFS, Dênio Azevedo. Em seguida, o consultor Richard Alves, da Barcelona Media, irá apresentar um estudo com pontos fortes, desafios e oportunidades para esse tipo de destino.

As atividades seguem para o mundo da inovação, com a consultora Milena Guelman, da Menu For You, que falará sobre o Papel das Startups nos Destinos Turísticos Inteligentes. Depois, a professora doutora da UFS, Jennifer Soares, apresenta uma análise sobre a possibilidade de Aracaju se tornar um Destino Turístico Inteligente.

O evento será encerrado com um debate entre Richard Alves, Milena Guelman e Jennifer Soares, com a participação do público, sobre pontos fortes e oportunidades no turismo inteligente.

“Será o momento adequado para conversarmos sobre esse conceito, suas vantagens e de que forma podemos nos beneficiar disso. Aracaju ainda está em uma posição desfavorável em relação ao turismo quando comparada a outras capitais, então uma forma que enxergamos para tentar reverter esse quadro é por meio do uso da tecnologia”, explica analista e gestora do projeto de turismo do Sebrae, Bianca de Faria.

Durante o Seminário o Sebrae também irá prospectar clientes para serem atendidos pelo Projeto Sebrae Aracaju – Destino Turístico Inteligente.

Segundo o ranking Connected Smart Cities 2016, produzido pela Consultoria Urban Systems, São Paulo é considerada a cidade mais inteligente do país, seguida por Rio de Janeiro e Curitiba. Entre os dez destinos mais inteligentes, apenas uma cidade é nordestina: Recife, em nono lugar. Aracaju figura apenas no 78ª colocação.

Entre as principais características dos destinos inteligentes estão a existência de espaços turísticos inovadores, a presença de tecnologia de ponta, a valorização do capital humano e o foco no desenvolvimento sustentável. Outros pontos importantes que são levados em consideração são a oferta de experiência de qualidade aos turistas, a integração, interatividade, acessibilidade e o gerenciamento eficiente dos recursos.

Fonte: Ascom Sebrae

Você pode querer ler também