Sergipe perde João Alves Filho, um grande homem público, que muito contribuiu para o desenvolvimento do estado. Saiba mais

Seminário regional debate acesso ao saneamento básico

 

Acontece nessa sexta-feira (15)  em Aracaju, uma das etapas dos seminários regionais preparativos para o Fórum Alternativo Mundial da Água (Fama) 2018. O evento será realizado no plenário da Assembleia Legislativa, a partir das 9 horas. Através de um requerimento apresentado pelos deputados João Daniel (PT) e Givaldo Vieira (PT/ES), o seminário acontece através da Comissão de Desenvolvimento Urbano (CDU) da Câmara dos Deputados e terá participação de representantes ligados ao segmento dos estados de Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco.

Com o tema “Os desafios da universalização do acesso aos serviços de saneamento básico e a construção do Fórum Alternativo Mundial da Água (Fama) 2018”, em Sergipe o seminário terá como palestrantes o ex-presidente da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), Abelardo de Oliveira Filho, e o presidente da Federação Nacional dos Urbanitários (FNU), Pedro Blois. A FNU está na organização dos seminários regionais, dos quais participam diversas entidades, representantes do movimento sindical, do movimento popular, deputados federais, estaduais e vereadores, prefeitos e representantes dos executivos federal e estaduais, universidades e igrejas.

Esses seminários estão sendo realizados em todas as regiões do país, com o objetivo de denunciar e fortalecer a luta contra a privatização do saneamento no Brasil e ajudar na preparação do Fórum Alternativo Mundial da Água no próximo ano. Na avaliação do deputado João Daniel, a água é um bem público e sua produção e distribuição tem que ter como princípio a universalização e não o lucro. “Como uma das etapas da construção do Fórum Alternativo Mundial da Água, esse seminário será uma oportunidade de discutir, junto com trabalhadores do setor e estudiosos do tema, problemas relacionados à água e ao saneamento, como direito fundamental”, ressaltou.

Em Sergipe, o seminário tem o apoio do Sindicato dos Trabalhadores em Água e Esgotos de Sergipe (Sindisan) na sua construção. Para o presidente do sindicato, Sérgio Passos, esse evento será um importante espaço de fortalecimento da luta pelo direito de acesso universal à água e aos demais serviços de saneamento básico, como aponta resoluções das Nações Unidas.

Fonte: Assessoria do Evento