Sergipe cria apenas 137 vagas de emprego em junho

No último mês de junho foram criadas 137 vagas de emprego com carteira assinada em Sergipe. O cálculo é feito pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) e leva em consideração o saldo entre emprego formal, que chegou no patamar de 604, menos o quantitativo de demissões: 467.

O que chama a atenção é que o setor da indústria de transformação teve abertura de 435 postos. O segundo melhor desempenho foi o setor da construção civil, que apresentou saldo positivo de 107 novos empregos.

Outras atividades que registraram saldo positivo foram: a agropecuária (+45 empregos formais), os serviços industriais de utilidade pública (+14 empregos formais) e administração pública (+3 vagas).

Contramão

O segmento do comércio teve redução de 311 empregos; já o de serviços -154 empregos; e a indústria extrativa mineral -2 vagas, representando saldo de demissões maior que o de contratações.

Municípios

Dentre os treze municípios sergipanos com mais de 30 mil habitantes, cujos dados são disponibilizados para análise, a cidade de Tobias Barreto assinalou a maior criação de empregos, com a abertura de 25 postos de trabalho.