Servidores ameaçam ocupar prédio público na capital

Da redação, AJN1

 

Em greve há mais de 20 dias, os servidores da administração geral do estado prometem ocupar um prédio público na capital, caso o governo não abra um canal de negociação com a categoria. A informação é do presidente do Sintrase, Diego Araújo. "Não queremos ser chamados apenas para tomar cafezinho. Queremos uma solução para o nosso probma. Até hoje não foi implantado o projeto de Lei do PCCV, que desde 2014 foi aprovado", lamentou o sindicalista.

 

Segundo Diego Araújo, a categoria vai esperar até o final da tarde desta segunda-feira (29) por um posicionamento do governo do estado, pois não aceita mais a desculpa de que o PCCV ainda não foi implantado em virtude do limite prudencial previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

 

Caso representantes do governo não recebam os sindicalistas para iniciar as negociações, os servidores prometem ocupar as instalações de um prédio do governo, que já foi escolhido previamente, e só desocupá-lo após suas revindicações serem atendidas.