Servidores do Tribunal de Justiça de Sergipe paralisam as atividades por 24 horas

Da redação, AJN1

 

Os servidores do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ/SE) paralisaram as atividades nesta quarta-feira (9) por 24h. A categoria realizou um ato em frente ao Fórum Gumersindo Bessa, no bairro Capucho, com o objetivo de cobrar o reajuste salarial de 12% e também o auxílio alimentação. O atendimento ao público, audiências e o cumprimento de processos foram suspensos.

 

Para o representante do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de Sergipe (Sindijus/SE), Vagner Nascimento, a paralisação é de advertência, porque a presidência do Tribunal ainda não apresentou contraproposta para as reivindicações.
 

“Pedimos reajuste salarial de 12% e também o aumento do auxílio alimentação, já que um servidor hoje recebe R$ 710 e os magistrados R$ 800. Queremos a equiparação e direitos iguais. Caso a presidência não se manifeste, não descartamos a possibilidade de uma greve por tempo indeterminado”, disse ele, ao salientar que 30% dos servidores continuaram em atividade.

 

TJ/SE
 

Sobre a paralisação, a assessoria de comunicação do TJ/SE disse que somente alguns servidores do órgão aderiram ao movimento e os serviços do Tribunal não foram paralisados. Quanto ao reajuste salarial, a assessoria afirma que a proposta está sendo analisada, mas já sobre o aumento do auxílio alimentação, a presidência ainda não se manifestará.