ARACAJU/SE, 22 de abril de 2024 , 15:17:35

logoajn1

Servidores fazem protesto e fecham secretaria de Saúde

Da redação, AJN1

 

Os servidores da saúde do município de Aracaju, que estão em greve há mais de um mês, fizeram um protesto na manhã desta terça-feira (12), em frente à Secretaria Municipal da Saúde (SMS), que fica na rua Sergipe, no bairro Siqueira Campos.

 

Furiosa, a categoria fechou a entrada da unidade e impediram a entrada dos funcionários. Os grevistas, dentre médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e assistentes sociais, cobram da Prefeitura de Aracaju, o reajuste salarial dos servidores da área e também o pagamento do salário referente ao mês de junho, pois ainda não há data definida para o recebimento.

 

Segundo José Menezes, presidente do Sindicato dos Médicos de Sergipe (Sindimed), além da gestão ainda não ter anunciado o reajuste salarial, ainda não se sabe quando a remuneração referente ao mês de junho irá ser paga. “O salário já está atrasado há 12 dias e até agora não há uma data definida para o pagamento. Isso é um desrespeito com os servidores. Queremos que a gestão se sensibilize e se pronuncie”, disse.

 

Já o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), Augusto Couto, disse que os servidores querem, pelo menos, o reajuste acima da inflação. “A inflação está em torno de 8,1% e queremos o reajuste pelo menos acima disso. Estamos lutando pelos nossos direitos e vamos continuar em greve até a gestão se manifestar”, destaca.

 

Atendimento

 

Tanto nos postos de saúde, quanto nas urgências e emergências, a população está sentindo a desassistência, já que o quantitativo de profissionais diminuiu, como explica Augusto Couto. “Todas as categorias deixaram um quantitativo em atividade, mas mesmo assim há desassistência, principalmente, na rede básica de saúde. Mas isso tudo é reflexo da falta de posicionamento da gestão”, conclui o presidente do Sintasa.

 

SMS

 

Procurada, a assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal da Saúde não foi encontrada para falar sobre o assunto.

 

Você pode querer ler também