Sindicato dos médicos vai entrar na Justiça contra parcelamento do 13º salário

O Sindicato dos Médicos do Estado de Sergipe (Sindimed) informou que está ingressando com uma ação judicial contra o governo de Sergipe, visando garantir o pagamento integral da segunda parcela do 13° salário até o dia 20 de dezembro, conforme legislação trabalhista e estadual.

 

De acordo com a direção da categoria, o parcelamento é um “desrespeito do governo do Estado em atrasar o pagamento dos salários e fracionar o 13°salário, penalizando ainda mais o servidor”.

 

O governo anunciou semana passada que vai parcelar, em seis vezes, o 13º salário do funcionalismo, devido à crise financeira que vem passando. A solução do governo, segundo o secretário da Fazenda, é que o servidor, por meio de projeto de lei enviado à Assembleia Legislativa, possa fazer um empréstimo bancário para sacar o benefício, em contrapartida, o Estado pagaria 12,42% de idenização ao servidor.