Sindifisco se reúne com ex-gestores da Secretaria da Fazenda

A diretoria do Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco) tem reunião marcada para as 9 horas de hoje (12) com os ex-gestores da Secretaria da Fazenda (Sefaz), no auditório da Secretaria. O encontro faz parte da solicitação do titular da pasta, Jefferson Passou, que no início do mês solicitou um prazo de 15 dias para reavaliar a proposta original do governo relativa ao Plano de Carreira do Fisco. Uma nova assembleia da categoria está marcada para às 15h30 do próximo dia 26.

 

“Estamos aguardando uma nova contraposta do governo estadual. Ao mesmo tempo, a categoria deliberou reacender a mobilização para pressionar alterações da proposta de Plano de Carreira do Fisco. Reafirmamos que as nossas propostas não trazem impacto na folha. Porém, o ganho será importante para o Estado e ajudará a quebra o impasse entre a categoria e a Sefaz”, destaca o presidente do Sindifisco Paulo Pedroza.

 

De acordo com o diretor administrativo do Sindifisco, Abílio Castanheira, o impasse gerado na Sefaz vem contribuindo para que o governo promova a desestruturação da fiscalização tributária. “Esse desmonte não é de agora. Desde 2014, foram retirados os policiais dos postos fiscais e não houve grandes investimentos no sistema de informática que auxiliam as auditorias".

 

Castanheira acrescentou que recentemente a Sefaz fechou cinco dos sete postos fiscais de fronteira e não realocou os auditores dessas unidades de forma produtiva. "Como era de se esperar, o reflexo na arrecadação aparece de forma negativa”, disse Castanheira.

 

* Com informações da Ascom Sindifisco