Sergipe perde João Alves Filho, um grande homem público, que muito contribuiu para o desenvolvimento do estado. Saiba mais

Sinpaf se integra a greve geral e fará ato em frente a Embrapa

 

Com protesto, apresentação teatral, café da manhã e debate, o Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa Codesvasf/Embrapa (Sinpaf), se integra ao dia nacional de luta e da greve geral contra as reformas Trabalhista e da Previdência. A partir das 8h desta sexta-feira (28), o Sinpaf promove mais um ato em frente a Emprapa como forma de conscientizar trabalhadores e a população em geral sobre as reformas impostas pelo governo federal, através da desregulamentação das leis trabalhistas.

A dirigente sindical Neiza Cristina reforçou que a categoria aderiu à greve geral do dia 28 por compreender o retrocesso que está em curso. “Entendemos que é nosso dever fortalecer o movimento nacional na construção dessa greve geral. A agropecuária é uma atividade de peso para nosso Produto Interno Bruto e a pesquisa científica realizada pela Embrapa afeta ao Brasil”, disse a sindicalista, acrescentando que os trabalhadores da Embrapa e Codevasf não aceitam as reformas previdenciária e trabalhista.

No entendimento de Neiza Cristina a reforma previdenciária traz perdas na seguridade social que afeta todos nós e principalmente os trabalhadores rurais, quilombolas e agricultura familiar. Além disso, não se aceita os acordos prevaleçam sob a Legislação Trabalhista nos moldes impostos pela reforma trabalhista.

A sindicalista informou ainda que após a mobilização em frente ao acesso da sede da Embrapa, a categoria segue para o Centro de Aracaju para se somar a outros trabalhadores na manifestação prevista para acontecer a partir das 14 horas na praça General Valadão.

*Com informações da Ascom Sinpaf