Sintrase não vai abrir mão de ação coletiva movida contra governo

Os servidores da administração direta do Estado, que estavam em greve e que tiveram seus salários bloqueados, devem receber seus proventos até o dia 11. O anúncio foi feito por Diego Araújo, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Sintrase), após reunião realizada na manhã de hoje (6), com representantes da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag).

 

“Retornamos às atividades na última terça-feira e mesmo assim os salários permaneceram bloqueados. Somente com a reunião, a Seplag prometeu desbloquear os salários até o dia 11 deste mês. O corte salarial foi feito de forma arbitrária pelo Estado e esperamos que nenhum servidor fique no prejuízo”, disse Diego.

 

Sobre a ação de dano moral coletivo movido pelo Sintrase, Diego afirmou que a categoria não vai voltar atrás, mesmo diante da promessa de pagamento no dia 11. “Não achamos justo a atitude tomada pelo Estado. Por isso, apesar da promessa do desbloqueio, vamos manter a ação de dano moral coletivo e continuaremos também lutando pelo reajuste do PCCV”, afirma Diego.

 

ProcuradaEm nota oficial, a Seplag informa que será restituído o desconto dos dias trabalhados no mês de junho pelos servidores da administração geral que estavam em greve e que os valores serão pagos a partir de hoje (7), até o dia 11.