ARACAJU/SE, 21 de junho de 2024 , 23:05:40

logoajn1

Teste de HTLV é um exame crucial para a saúde de mães e bebês

 

O HTLV, também conhecido como Vírus Linfotrópico de Células T Humanas, é um retrovírus que ataca o sistema imunológico, podendo resultar em doenças graves como leucemia e mielopatia. Transmitido principalmente por relações sexuais desprotegidas, contato com sangue infectado e, crucialmente, pela amamentação, a última sendo uma das principais preocupações durante a gestação. Assim, o Ministério da Saúde expandiu o uso de exames para diagnósticos do HTVL na rede pública.

Agora, a tecnologia também é utilizada em gestantes, durante o pré-natal. A inclusão do teste para gestantes foi recomendada pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologia no SUS (Conitec). De acordo com a médica infectologista e professora da Universidade Tiradentes (Unit), Gilmara Carvalho Batista, a inclusão do teste para o HTLV no pré-natal é uma medida de extrema importância para o diagnóstico e controle da doença, especialmente devido à transmissão vertical, que pode ocorrer durante o parto e, principalmente, pelo aleitamento materno. “Esta intervenção reduz o risco de transmissão do vírus para a criança, prevenindo cerca de 85% das infecções”, destaca.

Para gestantes com HTLV, o aleitamento materno deve ser substituído por alimentação artificial. Outras medidas importantes para prevenir a transmissão vertical incluem:

  • Acompanhamento pré-natal com um médico infectologista: O acompanhamento médico permite monitorar a gestante e o bebê, identificar possíveis complicações e tomar as medidas necessárias para prevenir a transmissão do vírus.
  • Uso de preservativo em todas as relações sexuais: O uso de preservativo é fundamental para prevenir a transmissão do HTLV por via sexual.
  • Evitar o compartilhamento de agulhas e seringas: O compartilhamento de agulhas e seringas contaminadas pode levar à transmissão do HTLV.

Seguir as orientações médicas sobre o aleitamento materno: Em gestantes com HTLV, o aleitamento materno deve ser substituído por alimentação artificial.

Informar o parceiro sobre a infecção: O parceiro da gestante com HTLV também deve ser testado e orientado sobre como prevenir a infecção.

  • Sinais e Sintomas
  • Fraqueza muscular
  • Dores nas articulações
  • Inchaço dos gânglios linfáticos
  • Erupções cutâneas
  • Perda de peso
  • Febre

A infecção pelo HTLV durante a gravidez e o parto pode acarretar sérios riscos e complicações tanto para a mãe quanto para o bebê. “O vírus pode ser assintomático ou evoluir de forma crônica, com manifestações neurológicas e hematológicas, o que torna o diagnóstico precoce essencial para um acompanhamento adequado da gestação e para o tratamento da paciente”, elenca Gilmara.

Outros Exames de Rotina no Pré-natal

Além do teste para HTLV, as gestantes devem realizar outros exames de rotina durante o pré-natal, como:

  • Sorologias para HIV, VDRL
  • Hepatite B, hepatite C e toxoplasmose
  • Cultura vaginal e retal para pesquisa de Streptococcus do grupo B hemolítico
  • Exame de urina tipo I
  • Urocultura
  • Repetição de exames alterados no primeiro trimestre ou para controle de comorbidades

A inclusão do teste para HTLV no pré-natal é um avanço significativo para a saúde pública. A detecção precoce do vírus permite a adoção de medidas preventivas que reduzem drasticamente o risco de transmissão vertical para o bebê. “Através do diagnóstico, acompanhamento médico adequado e práticas de prevenção, gestantes com HTLV podem ter uma gestação saudável e dar à luz bebês livres do vírus”, reforça a médica.

Fonte: Asscom Unit

Você pode querer ler também