ARACAJU/SE, 17 de abril de 2024 , 0:22:52

logoajn1

TJ obriga Prefeitura de Lagarto a pagar salários dos professores

Da redação, AJN1

 

A Prefeitura de Lagarto deve pagar os salários de abril em até cinco dias úteis. Essa é a determinação da juíza Áurea Coimbra, que deferiu liminar impetrada pelo Sindicato dos Professores de Sergipe (Sintese). Ela também determina que o pagamento dos salários seja feito até o 5º dia útil e não no 10º como a administração municipal vinha fazendo. Em caso de desobediância, será aplicada multa de R$ 5 mil diários.

 

A juíza alega, em sua sentença, que os constantes atrasos prejudicam os professores. "Por certo que o atraso no pagamento dos salários gera situação de extremo desconforto, porque é a fonte de renda do trabalhador, e a sua falta implica no atraso do pagamento das contas que se vencem mensalmente, comprometendo, inclusive, a própria subsistência do trabalhador, pois se trata de verba de natureza alimentar”.

 

O Sintese acusa o prefeito da cidade, William Fraga, de efetuar o pagamento a grupos de professores, atitude repudiada pela cateoria. Até ontem (16), de acordo com o Sintese, foram pagos os salários dos educadores com iniciais C e D. "Se continuar assim, só no final deste ano é que todos os educadores da rede municipal de Lagarto terão recebido os salários referentes ao mês de abril", diz a assessoria.

 

“O magistério de Lagarto tem a expectativa de que a Prefeitura cumpra a decisão judicial, pois o magistério lagartense tem passado por situações angustiantes devido a política de desvalorização da carreira promovida pela atual administração”, aponta Nazon Barbosa da coordenação da subsede Centro-Sul do Sintese.

 

Procurado, o prefeito não foi localizado para comentar sobre a decisão judicial.

Você pode querer ler também