Vídeo mostra seguranças do governador com armas em punho durante protesto de alunos

Da redação, AJN1

 

A aparente tranquilidade com que foi resolvida a manifestação dos alunos da Escola Agrícola Dom José Brandão de Castro realizada na última terça-feira (8), em frente ao Palácio de Veraneio, em Aracaju, destoa de um vídeo que circula desde a sexta-feira (11) nas redes sociais. A filmagem mostra integrantes da equipe de segurança, que seria do governador Jackson Barreto (PMDB), com armas em punho durante a mobilização.

 

O fato teria ocorrido no momento em que os estudantes faziam menção de entrar no Palácio. Nas imagens, aparecem dois homens com armas em punho enquanto alunos afirmam que não são marginais e que estão sem aulas desde agosto por falta de professores. No vídeo, um dos homens chega a mandar os alunos a buscarem “seus direitos”.

 

Na manhã de hoje (12), durante o programa de rádio do Sintese "A Hora da Verdade", na rádio Jornal AM, o professor Joel Almeida lamentou o ocorrido, lembrando que pela história do governador, ele não poderia deixar ninguém próximo ou a serviço dele agir da forma como agiu. “Um absurdo. O que a gente espera é que o governador verifique isso. Veja o vídeo e tome as providências necessárias. Quem fez precisa pagar ou deve se justificar. Pedir desculpas pois errou e errou feio”, disse Joel.

 

O representante do Sintese enfatizou que, a secretaria de Educação deve encaminhar o mais rápido possível os professores para essas escolas para que os alunos não tenham mais problemas.

 

Na manifestação, os alunos da escola agrícola, localizada em Poço Redondo, reclamavam que há sete meses estão sem aulas em virtude da falta de professores, existindo ainda o temor do fechamento da unidade de ensino, o que prejudicaria dezenas de jovens da região. 

A reportagem do AJN1 manteve contato com a assessoria de comunicação do governo do estado, que preferiu não se pronunciar sobre o caso.