INQUÉRITO - 04/07/2019 - 14:51

DHPP investigará suicídio de empresário em hotel na capital

Foto: Divulgação

O suicídio do empresário Sadi Paulo Castiel Gitz será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Sadi atirou contra a própria cabeça na manhã desta quinta-feira, 4, durante a abertura do “Simpósio de Oportunidades – Novo Cenário da Cadeia do Gás Natural em Sergipe”, em um hotel na Orla de Atalaia, na Zona Sul de Aracaju.

A delegada Thereza Simony, do DHPP, presidirá o inquérito policial a ser instaurado. Na apuração da morte, testemunhas também serão intimadas e ouvidas.

“As primeiras medidas já foram tomadas. Nos deslocamos para o hotel, o Instituto de Criminalística (IC) e o IML foram chamados. Então, tomamos as primeiras iniciativas, identificando algumas pessoas que estavam no momento e serão posteriormente ouvidas”, disse a delegada.

Ainda de acordo com os primeiros levantamentos, a arma pertencia à vítima, que possuía a posse do armamento. “A Arma era da própria vítima. Ele tinha a posse e o registro da arma, isso já foi identificado. Ele portava esse documento. Era um revólver calibre 38 que já foi apreendido e encaminhado à perícia”, complementou.

Ainda segundo a delegada, o papel de polícia é esclarecer as circunstâncias. “A questão do suicídio ficou bem clara e apenas vamos fazer o procedimento e encaminhar para a Justiça. A perícia identificou que o tiro foi na região da cabeça”, citou.