AÇÃO - 18/10/2019 - 15:30

Governo de Sergipe retoma serviço dos carros fumacê

Foto: Divulgação/ SES

Diante da necessidade em combater o mosquito Aedes aegypti, o Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e da Fundação Estadual de Saúde (Funesa), retomou, na última segunda-feira, 14, a agenda do serviço de UBV (Ultra Baixo Volume) – carros fumacê, que complementa o trabalho da Brigada Itinerante de Combate à Dengue.

De acordo com a coordenadora de Promoção e Prevenção à Saúde da Funesa, Sandra Ribeiro, o trabalho de campo é realizado com um veículo por município e o mapeamento é feito pela área técnica da SES, a partir dos índices de infestação.

“A aplicação é feita no início da amanhã, das 5h às 7h, e no fim da tarde, das 17h às 19h, por serem horários em que o mosquito está mais ativo. O retorno desse serviço é fundamental, devido aos elevados índices de infestação. Vale frisar que UBV funciona como um complemento ao combate mecânico, ou seja, o que é feito pelos agentes”, afirmou.

A gerente do Núcleo de Endemias da SES, Sidney Sá, explica que a ação dos carros fumacê estava parada devido à ausência do inseticida, que é fornecido pelo Governo Federal. Ela conta que o retorno da pulverização é uma somação de esforços que vem sendo feito com os agentes municipais, de forma que o vetor seja controlado na fase da larva.

“Esse serviço é realizado em virtude do alto índice de infestação, número de casos confirmados e óbito, ou os três. O combate ao mosquito na fase adulta é bastante importante no município em que há infestação. Ressalto que os UBVs atuam conjuntamente com a Brigada Itinerante, para que consigamos fechar todo um ciclo de atividade contra o mosquito. Desde julho estamos intensificando as ações, com 100 agentes em campo”, evidencia.

Para a diretora operacional da Funesa, Daniele Travassos, “a retomada da UBV, nesse momento, é muito importante. Faz parte de uma união do Estado com os municípios e que o Governo tem investido no combate. Tratamos isso como prioridade, sempre buscando qualificar esse serviço de promoção e prevenção à saúde”, disse.

Capacitação motoristas

Os motoristas de UBV passaram por treinamento em novembro de 2018, onde conheceram toda a metodologia de trabalho na Central de UBV, incluindo a logística e onde cada um atuará, pois o trabalho é feito em duplas. Quando um deles não está atuando como motorista, ele faz o reconhecimento da área, bem como o manuseio de equipamentos. Nesse sentido, eles foram capacitados sobre o contexto do controle do Aedes aegypti. O estudo vai desde a biologia do mosquito até a parte da ação de competência do motorista, incluindo a abordagem sobre o porquê e para que essa aplicação ocorre, além da epidemiologia das doenças, outros conceitos e fatores.

O texto é da SES