Partido NOVO é o primeiro a registrar ata de convenção no TRE-SE

O Partido NOVO realizou no último dia 25 a sua Convenção Partidária com o objetivo de definir os candidatos que concorrerão pela agremiação aos cargos eletivos em disputa em 2018.

De acordo com recomendações do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SE), o partido encaminhou a Ata ao Tribunal dentro do prazo estipulado no art. 8º, § 1º da Resolução TSE nº 23.548/2017. De acordo com o documento, a legenda definiu apenas dois candidatos para disputa dos cargos de deputado federal: Adriana Lima Mallezan e Aurélio Lima Barreto. O partido não participará de coligações majoritárias nem de proporcionais, lançando apenas os dois candidatos da própria sigla, de forma isolada.

Segundo o TSE, o prazo para realização das convenções e o respectivo registro das Atas encerra-se no dia 5 de agosto, devendo a ata da respectiva convenção ser encaminhada ao Tribunal até o dia seguinte ao da realização da convenção. Em razão do encurtamento dos prazos eleitorais por força da legislação, o TRE-SE incentiva os partidos a anteciparem a entrega do referido documento.

A partir da realização das convenções para escolha de candidatos, que acontecem entre os dias 20 de julho a 5 de agosto, e após organizar toda a documentação, o partido político ou a coligação poderá requerer o registro de suas candidaturas. O prazo para que os partidos e coligações possam formular o pedido de registro de candidatura encerra-se às 19 (dezenove) horas do dia 15 de agosto de 2018.

Os pedidos de registro de candidatura deverão ser obrigatoriamente elaborados pelos partidos e coligações através do Sistema CANDex – Módulo Externo do Sistema de Candidaturas. O uso do CANDex é obrigatório também para o pedido de registro individual, pedido de substituição de candidatos e preenchimento de vagas remanescentes e o referido sistema poderá ser obtido nos sítios eletrônicos dos Tribunais Eleitorais.

NOVO

O Partido Novo é um partido político brasileiro de direita alinhado às ideias do liberalismo econômico. É um movimento que foi iniciado por cidadãos insatisfeitos com o montante de impostos pagos e a qualidade dos serviços públicos recebidos.