GOLPE - 09/10/2019 - 05:55

Preso acusado de aplicar golpe do ‘terreno fantasma’



Da redação, AJN1

Acusado de lesar cerca de 20 pessoas em mais de R$ 500 mil, Leosvaldo Santos Almeida, 53, foi preso no bairro Inácio Barbosa, em Aracaju, pela equipe de investigações da 1ª Delegacia Metropolitana. O suspeito estaria vendendo terrenos em uma área de praia da zona de expansão de Aracaju sem autorização dos proprietários.

De acordo com o delegado Everton Santos, Leosvaldo vinha sendo investigado há dois anos, quando foi preso durante a “Operação Venal”, deflagrada pelo Departamento de Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) que teve como foco desarticular um esquema criminoso que vinha fraudando o pagamento do Imposto Patrimonial e Territorial Urbano (IPTU) na capital.

Foto: Divulgação/SSP

Na época, o acusado chegou a ser preso, mas ao ganhar a liberdade teria voltado a comercializar terrenos nas imediações do Mosqueiro, que eram de propriedade de um inglês já falecido. As investigações apontaram que cada lote custava em média R$ 40 mil. Em alguns casos, as vítimas relataram que davam um parte do valor como entrada e iam pagando o restante em parcelas.

O delegado Everton Santos informou que na “Operação Venal” ficou esclarecido que o Leosvaldo e outros comparsas contaram com o auxílio de um tabelião da cidade de Canhoba para falsificar o registro do terreno em cartório. “Até a assinatura do proprietário que estava morto foi falsificada”, destacou o delegado.

Com a prisão de Leosvaldo, o trabalho da polícia segue para chegar a outros possíveis envolvidos no golpe. Ele teve a preventiva decretada pela 3ª Vara Criminal de Aracaju e vai responder pelo crime de estelionato.

*Com informações SSP