ARACAJU/SE, 22 de maio de 2024 , 10:36:34

logoajn1

Obra emergencial para conserto de cratera na BR-101 começará dia 8 de setembro

Joângelo Custódio, repórter AJN1

O novo superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes em Sergipe (DNIT/SE), Ismael Silva, anunciou nesta sexta-feira (21) que as obras emergenciais para consertar a cratera no km 94 da BR-101 sul, sentido Aracaju-Estância, irão começar no próximo dia 8 de setembro. Serão investidos na obra cerca de R$ 7 milhões, recursos garantidos pelo Ministério dos Transportes. A conclusão está prevista para 150 dias.

Como a obra tem caráter emergencial, ela não precisa de licitação para escolha da empreiteira que vai executar os serviços, como explica o superintendente, que assumiu há dez dias. “Há uma decisão decretando a emergência da situação para que se faça a obra com celeridade, sem licitação. Desde que assumi foi feito um trabalho intenso com os técnicos do DNIT, com uma organização apontando para a gravidade do problema. Com isso, as obras emergenciais irão começar no dia 8 de setembro”, anuncia ele.

De acordo com Ismael, o planejamento, projetos e quantitativos já estão detalhados. Com relação às empresas, já que não há processo licitatório devido à gravidade em que foi pormenorizada ao DNIT nacional, Ismael informou que a escolha será feita com base em bons antecedentes e competência.

“Para isso, há uma série de fatores: a empresa deve estar atuando na região do DNIT, saúde financeira saudável, atestado de competência de relação de obras. Passamos dois dias em Brasília, no Ministério dos Transportes, conversamos com o ministro e o diretor geral do DNIT. Os recursos para essa obra estão garantidos. Quem abriu as portas do Ministério foi o deputado federal Jony Marcos. Sem ele, a intermediação seria complicada. O povo sergipano não suportava mais esse problema. É preciso enfrentá-lo definitivamente”, concluiu ele.

14 meses

Hoje são 14 meses desde o desabamento do trecho da pista. No mês em que completou um ano  (21/06), lideranças do Fórum Empresarial “celebraram” a data levando refrigerante, balões e bolo para o local.

O relatório final do DNIT apontou como causa principal do desabamento da pista uma deficiência no projeto ao calcular o fator de segurança do talude de aterro abaixo do preconizado pelas normas. Dessa forma, foi aberto processo de apuração de responsabilidade que está seguindo os trâmites legais.

Por enquanto, o tráfego continua sendo desviado e a Polícia Rodoviária Federal pede mais atenção aos motoristas.

Foto: Lindivaldo Ribeiro/CS

Você pode querer ler também