ECONOMIA - 08/08/2019 - 14:42

Aracaju tem a cesta básica mais barata do país



Da redação, AJN1

O preço da cesta básica de Aracaju apresentou queda de 6,04% no mês de julho, tornando-se, pelo segundo mês seguido, a capital entre as 17 pesquisadas com o conjunto de alimentos mais barato do país, conforme pesquisa divulgada nesta quinta-feira (8), pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Na prática, os aracajuanos tiveram que desembolsar R$ 359,95 para levar o conjunto de alimentos perecíveis para casa. No mês passado, o valor foi de R$ 383,09.

Em julho de 2019, o custo do conjunto de alimentos essenciais diminuiu em todas as capitais. Além de Aracaju, as quedas mais expressivas ocorreram em Natal (4,02%), Rio de Janeiro (3,89%) e Recife (3,81%).

Segundo o Dieese, a capital com a cesta mais cara foi Porto Alegre (R$ 493,22), seguida por São Paulo (R$ 493,16), Florianópolis (R$ 483,20) e Rio de Janeiro (R$ 479,28).

O Dieese diz ainda que em 12 meses, entre julho de 2018 e o mesmo mês de 2019, todas as cidades acumularam alta, que variou entre 4,37%, em Aracaju, e 16,36% em Florianópolis.

Preços

O Dieese também pesquisou os preços dos produtos alimentícios. Entre junho e julho de 2019, houve tendência de diminuição nos preços do feijão, do tomate, da banana e do óleo de soja. Já as cotações do arroz agulhinha e do açúcar aumentaram na maior parte das cidades.

O preço médio do feijão diminuiu em todas as capitais, em julho de 2019. O tipo carioquinha, pesquisado nas regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, em Belo Horizonte e São Paulo, apresentou variações entre -12,26%, em Aracaju, e -1,53%, em Belém.