SEGUNDO O GOVERNO - 11/07/2019 - 15:05

Barragem do Poxim pode transbordar nas próximas 24h

Foto: Ascom/Sedurbs

Da redação, AJN1

A barragem Sindicalista Jaime Umbelino Souza, conhecida popularmente como barragem do Rio Poxim, a maior represa gerida pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), localizada em São Cristóvão, pode transbordar pelas próximas 24h. Quem aponta essa possibilidade é o Governo de Sergipe, que reuniu nesta quinta-feira (11), membros do Gabinete de Situação para monitoramento de barragens e alagamentos, devido à chuva que cai desde o início da semana.

Conforme foi revelado na reunião, a barragem, que atende a Grande Aracaju, está com 95,2% de sua capacidade de volume útil. Segundo o governo, até o momento, a barragem não verteu e não houve abertura da válvula dispersora, uma espécie de comporta. Porém, como o volume de chuva esperado para as próximas 24 horas pode chegar a 50 milímetros, há uma grande possibilidade do transbordamento da barragem.

Riscos

Inaugurada em maio de 2013, a estrutura armazena mais de 32 milhões de metros cúbicos de água, tem 15 metros de altura e se estende por 5 mil m², além de ter uma área de 5,2 km².

Caso transborde, a barragem pode atingir os povoados Quissamã, Cardoso, Bita, Lavandeira, Tabua, Rosa Luxemburgo e São Luiz, em São Cristóvão, possibilitando uma tragédia.

Mas o coordenador de Segurança de Barragens e Revitalização de Mananciais da Deso, Luiz Carlos, diz que não há motivos para alarde. “Não há risco. São 100 metros de margem de proteção”.

Segundo a Deso, a barragem armazenou todo o acúmulo de chuvas até o momento, que foi de 307 mm nos últimos dez dias, ultrapassando a média histórica para a Grande Aracaju no mês de julho, de 215mm.

Barragens

Além do Poxim, as barragens administradas pelo governo são: Ribeira e Jacarecica I, em Itabaiana; Jacarecica II, situado entre os municípios de Malhador, Riachuelo e Areia Branca; Piauí, em Lagarto; e Jabiberi, em Tobias Barreto.

Leia também:

Moradores denunciam vazamento e temem rompimento da barragem do Poxim