DE JANEIRO A MAIO - 04/06/2019 - 16:55

Maternidade registra 90 casos de abuso sexual contra crianças

Hoje, 4 de junho, é o Dia Mundial das Crianças Vítimas de Violência e Agressão, data criada pela  Organização das Nações Unidas (ONU) não para ser comemorada, mas para reflexão da sociedade, que a cada hora, registra cinco casos de violência contra crianças em todo o país.

Em Sergipe, de janeiro a maio de 2019, foram contabilizados 118 atendimentos a vítimas de abuso sexual na maternidade Nossa Senhora de Lourdes, unidade gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Desses, 90 são menores de idade. Número pode ser ainda maior grave se levado em consideração que muitos desses crimes nunca chegam a ser denunciados.

Segundo a Fundação das Nações Unidas para a Infância (Unicef), essa violência está ligada à própria estrutura social. Conforme a psicóloga do Atendimento às Vítimas de Violência Sexual da MNSL, Camila Souza, Camila Souza, é preciso garantir um ambiente seguro para o crescimento das crianças, acentuando que esse é um dever da família, dos educadores, governantes e de toda a sociedade.

“A criança de hoje é o adulto de amanhã e a violência recebida por ela hoje pode se tornar um círculo vicioso e ela vir a agredir terceiros amanhã. A próxima vítima pode ser um familiar, amigo, vizinho. Muitas vezes a agressão está dentro da própria casa e se apresenta em forma de maus-tratos físicos ou até por negligência do adulto.  Os casos mais comuns são de abuso sexual, espancamento, encarceramento, queimadura, afogamento e envenenamento.  O índice de violência se acentua contra a faixa etária de 2 a 10 anos de idade”, explica.

Ainda de acordo com a psicóloga, a criança, quando está sendo abusada sexualmente, muda o comportamento. “Muitas vezes não consegue mais dormir sozinha, passa a usar fraldas, fica agressiva, desconcentrada, sem apetite, começa a ter pesadelos, entre outros aspectos. É muito importante que os pais observem seus filhos e mantenham um vínculo bom com eles”, contextualiza.

MNSL

A MNSL funciona 24h, de domingo a domingo, e conta com uma equipe multidisciplinar composta por psicólogos, enfermeiros, psiquiatras, assistentes sociais, médicos e técnicos de enfermagem para realizar o atendimento com qualidade.

A Nossa Senhora de Lourdes fica localizada na Avenida Tancredo Neves, nº 5.700. O telefone para contato é (79) 3222-8650.