ARACAJU/SE, 18 de julho de 2024 , 9:14:41

logoajn1

Polícia faz cerco e mata um dos assassinos do suplente de vereador Adelvan Vieira

Em ação conjunta, as polícias Militar e Civil conseguiram localizar na noite dessa terça-feira (21), os dois suspeitos de terem assassinado o suplente a vereador Adelvan Vieira, 65, irmão do vereador por Indiaroba, Raimundo Vieira (PSC). 

 

De acordo com o comandante do Batalhão da PM da região Sul do Estado, Wlians Nascimento, os policiais, após investigação, fizeram um cerco numa casa situada no conjunto Albano Franco, em Estância.

 

A partir de coleta de depoimentos de testemunhas e de investigações, a polícia conseguiu identificar a localização dos suspeitos, que estariam escondidos em um imóvel situado no conjunto Albano Franco, município de Estância. No momento da ação, o Bruno Baiano acabou efetuando vários disparos de arma de fogo. No confronto, Bruno acabou sendo alvejado e encaminhado logo em seguida ao Hospital Regional de Estância, mas acabou não resisitindo aos ferimentos, vindo a óbito. 

 

Sem esboçar resistência, o outro comparsa Valdeir se entregou e confessou que participou do latrocínio.

 

“Ontem à noite, o capitão Carlos Magno, responsável pela área de Indiaroba e Umbaúba, junto com outros soldados da PM e Polícia Civil, numa ação arquitetada, foram fazer um cerco no conjunto Albano Franco e o elemento conhecido como Baiano reagiu e trocou tiros com a polícia, e foi morto. O outro não resistiu e confessou que participou do crime. Foi um latrocínio, eles queriam apenas roubar, mas como houve reação da vítima, eles atiraram”, explica o comandante.

 

Sobre a dupla, o delegado André David, da Delegacia Regional de Itabaiana, informou que tanto Bruno Baianao quanto Valdeir já possuem várias passagens pela polícia. "O Valdeir já foi preso por porte ilegal de arma e disparo de arma de fogo em Indiaroba; já o Bruno foi preso no início do ano pelo crime de tráfico de drogas, além de estarmos averiguando outros crimes cometidos por ele no estado da Bahia”.

 

O crime

 

O corpo do ex-vereador Adelvan Vieira foi encontrado na última segunda-feira (19), dentro de um veículo Gol, amordaçado e com marcas de disparos de arma de fogo. A vítima foi retirada de dentro de seu estabelecimento comercial na cidade de Estância, neste mesmo dia, e levada para uma agência bancária sendo, em seguida, assassinada na região da Rua da Palha, no município de Santa Luzia do Itanhy.

Você pode querer ler também