- 30/09/2019 - 05:00

Lança o teu pão sobre as águas

“Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás.”

Essas palavras do rei Salomão podem ser confusas para quem não conhece um pouco dos costumes dos povos daquela época. Na verdade, ele estava fazendo uma analogia com o seguinte costume: quando o rio Nilo transbordava, os egípcios semeavam trigo nas margens do rio; quando as águas baixavam, as sementes entravam em contato com a terra e… pronto! Estava feito o plantio. Então, era só aguardar o trigo nascer e depois usá-lo para fazer o pão. Por isso, “lança o teu pão sobre as águas”. O que ele estava querendo dizer é que devemos continuar sempre, insistir, perseverar, mesmo naquilo que parece não estar dando resultado.
Quando os egípcios lançavam o trigo nas águas, aparentemente estavam fazendo um serviço perdido, mas, depois de muitos dias, viam o resultado. Há coisas que, hoje, você faz e também dão a impressão de não estar tendo efeito algum. Você vai à igreja, você busca a Deus, você ora, você pede perdão às pessoas, e parece que nada está adiantando. Talvez um exemplo claro dessa situação seja o que acontece num casamento que está em crise e só um dos cônjuges está investindo para saírem dela: dá carinho, procura fazer o que outro gosta e recebe de volta indiferença ou palavras duras; parece que não está adiantando nada. Mas é assim mesmo. É semelhante a um plantio: quando lançamos a semente parece que não está acontecendo nada, mas debaixo da terra tem um processo sendo deflagrado, tem semente morrendo, germinando para depois nascer. Daí um caulezinho rasga a terra e só então a gente começa a ver o resultado. Mas, na verdade, já tinha coisa acontecendo muito antes; a gente só não via, mas estava acontecendo.
Sabe! Talvez você venha insistindo na reconstrução do seu casamento, ou na restauração do relacionamento entre pai e filhos, ou na vida financeira, profissional e parece que não está tendo resultado. Talvez já esteja cansado de fazer o bem e receber a ingratidão como moeda de pagamento. Pode ser que já tenha dito: “Quer saber de uma coisa? Não vou mais ajudar ninguém; a partir de agora vou mudar.” O apóstolo Paulo disse assim: “E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo colheremos, se não desanimarmos.” Portanto, insista. Eu sei que é difícil continuar fazendo coisas que aparentemente não estão dando resultado, mas lembre-se: você pode não estar vendo, mas no mundo espiritual tem coisas acontecendo. Não devemos ficar preocupados com o que não está em nossas mãos, a nossa parte é plantar e quem dá o crescimento é Deus, somente Ele. Portanto, plante, ou seja, continue fazendo a sua parte, e Deus que é fiel, fará a parte Dele.
Outra lição citada por Salomão e que devemos, com certeza, considerar é o seguinte: “Aquele que olha para o vento nunca semeia, e quem olha para as nuvens nunca colherá.” Aqui, ele quer dizer que quem fica olhando para as dificuldades, esperando o momento oportuno, acaba nunca fazendo nada. Como disse o poeta: “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”. Não fique procrastinando em fazer a sua parte. Se a sua parte é plantar, então plante. Não se preocupe com a parte que cabe a Deus, que é o resultado. Continue crendo numa grande colheita. Não desista. Deus está com você. Vai dar tudo certo, em nome de Jesus. Deus tem visto o seu esforço, Ele conhece o seu coração.
Ah! Por falar nisso, até quando você vai adiar o encontro mais íntimo que Ele quer ter com você? Deus também não desiste e continuará perseguindo você com o seu amor… Então? O rio está cheio. Que tal lançarmos o nosso pão sobre as águas?
Um grande abraço e até a próxima, se Deus disser que sim.