ARACAJU/SE, 20 de julho de 2024 , 1:23:41

logoajn1

Policial Civil é morto ao ser atingido acidentalmente por colega 

Da redação, AJN1

 

O policial Civil Ademilson da Conceição Santos, de 50 anos, mais conhecido como “Rastafári”, levou um tiro acidental desferido por um colega de profissão durante a execução de um mandado de prisão.

 

De acordo com o assessor de Comunicação da Secretaria de Estado da Segurança Pública, Renato Nogueira, a fatalidade aconteceu por volta das 11h30 da manhã de hoje (26), na avenida Barão de Maruim, e transcorreu quando uma viatura do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) abordou um veículo, modelo Pálio, para cumprir um mandado de prisão contra um elemento suspeito de vários crimes em Aracaju. O acusado estava acompanhado dentro do carro por dois comparsas.

 

Durante a abordagem policial, houve um disparo acidental, que atingiu o veterano agente na região do abdome. Enquanto os três elementos eram algemados sem esboçar reação, Ademilson foi socorrido e conduzido a uma unidade hospitalar, mas não resistiu.

 

“Já havia um monitoramento sendo realizado pelo Cope e Ademilson fazia parte do Cope e o mandado de prisão era contra um elemento autor de diversos crimes em Aracaju. No momento da abordagem houve o disparo acidental. Os três homens que estavam no carro, sendo um com mandado de prisão, foram presos e levados ao Cope”, informou Nogueira.

 

Ademilson tinha 29 anos de carreira e, segundo Nogueira, era um policial benquisto. O policial que atirou, identificado com o prenome de Fábio, está muito abalado.

 

A Corregedoria da Polícia Civil está à frente das investigações.
 

 

Matéria atualizada às 18h25

Você pode querer ler também