Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) em Sergipe

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou no dia 14/04/2021, os dados da Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios (PNAD) Contínua, que investigou no último trimestre de 2019 o acesso à Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). O escritório do IBGE em Sergipe divulgou de forma democrática, os dados de Sergipe, através de um informativo para a mídia.

O IBGE aponta que a exemplo das edições anteriores, os dados obtidos nesta edição têm como foco o acesso à internet e à televisão e a posse de telefone móvel celular para uso pessoal.

Sergipe é destaque na Região Nordeste, como o estado que tem o maior percentual de uso da internet com 80,2%, em 2018 o percentual era de 76,7%. De acordo com o IBGE isto significa que temos internet em cerca de 630 mil domicílios sergipanos, sendo que 294 mil são na Região Metropolitana de Aracaju.

Analisando a população, o IBGE destaca que 1.491 mil pessoas em Sergipe (75,2%) de 10 anos ou mais utilizaram a internet nos últimos 3 meses de referência da pesquisa, sendo também o maior percentual da Região Nordeste. Cabe registrar que Sergipe chega a esta posição de liderança no Nordeste, via um vigoroso e constante crescimento de uso da internet, pois em 2016 apenas 57,7% das pessoas utilizavam internet em Sergipe.

Do ponto de vista econômico percebe-se que ocorreu em Sergipe, um importante crescimento de provedores de internet, inclusive alguns com sede no interior sergipano. Também ocorreu uma evolução de sites de notícias em nível de estado e muitos específicos para notícias dos municípios, em especial, para alguns importantes municípios do interior sergipano.

Um fato relevante apresentado pela equipe do IBGE refere-se a como as pessoas acessam a internet, o meio mais utilizado é o celular, 98,8% das pessoas acessam internet em Sergipe pelo celular, dentre outros meios de acesso, e algumas (56,7%), a maioria só acessa a internet pelo celular.

Como Sergipe também é o estado da Região Nordeste que possui o maior percentual de pessoas com celular, existe então uma correlação positiva para o uso de internet.

Isto é reforçado por uma informação divulgada pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil, que é uma entidade que tem a atribuição de estabelecer diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da internet no Brasil. A informação do comitê é a de que neste período de distanciamento social, o celular tem sido o principal dispositivo utilizado para acompanhar atividades de ensino remoto por usuários de internet com 16 anos ou mais, sobretudo classes D e E.

Ainda sobre o Comitê Gestor da Internet no Brasil, ressalto o lançamento do Dia Internacional das Meninas em TIC, pois precisamos também verificar em Sergipe, ações que possam inserir cada vez mais as mulheres nas carreiras tecnológicas que envolvem as tecnologias da informação e comunicação, pois a desigualdade de gênero ainda é uma realidade a ser superada no contexto do desenvolvimento das tecnologias da informação e do uso da internet.

Os dados da pesquisa do IBGE que são de 2019 apontam que em Sergipe ainda temos 156 mil domicílios em que não havia utilização da internet.  E uma parte deste público cria condições para que ainda existam algumas relíquias do passado, como as conhecidas Lan houses. Sabemos que no passado, quando ter acesso a rede de internet no domicílio era muito mais difícil, as Lan houses ajudavam bastante, pois estes estabelecimentos tinham à disposição computadores para acesso à internet mediante pagamento pelo tempo utilizado.

Os três principais motivos para que ainda tenhamos uma parte da população sem usar internet são: 34,6% não sabia usar internet, 27,4% consideravam os serviços caros e 27,4% tinha falta de interesse em utilizar a internet. Considerando-se estes motivos, estamos caminhando para quase um acesso universal para a internet, principalmente pelas perspectivas existentes em alguns municípios de implementação de internet grátis para a população.

Felizmente segundo o IBGE, mesmo existindo este alto percentual de pessoas sem interesse pelo uso da internet, está ocorrendo uma reversão da situação e a perspectiva é que em breve no máximo em mais 3 (três) anos, tenhamos pouquíssimas pessoas que não tenham interesse em acessar a internet.

Em 2012 quando estava como Secretário de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia de Sergipe, trouxemos para Sergipe um projeto denominado de “ Município Digital”, era um projeto do Governo Federal e a iniciativa consistia em formar uma rede de comunicação e um conjunto de aplicações para modernizar a administração e otimizar os serviços prestados pelos municípios, através do fomento à elaboração e implantação de projetos de inclusão digital, em um convênio envolvendo o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Recentemente uma grande instituição financeira estatal (Banco do Brasil) informou que fechou uma parceria com o Ministério das Comunicações para expandir o Programa Wi_FI Brasil e pretende beneficiar até 500 municípios no interior brasileiro, minha expectativa é a de que muitos municípios sergipanos possam ser contemplados.

O uso da internet já revela que todas as faixas etárias de crianças e jovens com idade inferior a 10 anos a pessoas com mais de 60 anos, buscam e utilizam com grande habilidade e frequência, para diversos usos, inclusive estudos.

Que a utilização da internet em Sergipe possa auxiliar em ações que melhorem a nossa sociedade.

Autor

Saumíneo Nascimento

Outras Notícias

voltar para página inicial